A nova joia de La Silla

Este retrato de família dos telescópios instalados no Observatório de La Silla do ESO foi tirado em 2019 durante o pôr do Sol, nas periferias do deserto chileno do Atacama. 

Bem no centro da imagem podemos ver um dos novos membros da família de La Silla: o BlackGEM, um conjunto de telescópios óticos que, muito em breve, irá juntar-se à procura de alguns dos eventos  mais poderosos e dramáticos do Universo, tais como a fusão de estrelas de neutrões e buracos negros. Esta rede robótica foi desenvolvida por três instituições: Universidade Radboud (donde é controlada remotamente), Netherlands Research School for Astronomy (NOVA) e KU Leuven.

Estes eventos exóticos dão origem a ondulações no tecido do espaço-tempo, as chamadas ondas gravitacionais. O BlackGEM trabalhará em conjunto com detectores de ondas gravitacionais, como o LIGO e o Virgo, para localizar no ótico as fontes responsáveis pelas ondas gravitacionais detectadas por estes instrumentos. Desde modo, os grandes telescópios — como por exemplo o Very Large Telescope (VLT) do ESO — poderão levar a cabo observações de seguimento detalhadas, o que fornecerá aos astrónomos pistas sobre alguns dos eventos mais extremos do Universo, ajudando assim a revelar os mistérios do cosmos.

Crédito:

Zdeněk Bardon (bardon.cz)/ESO

Sobre a imagem

Id:potw2149a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:6 de Dezembro de 2021 às 06:00
Tamanho:5000 x 2766 px

Sobre o objeto

Tipo:Unspecified : Technology : Observatory

Formatos de imagens

JPEG grande
3,6 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
327,7 KB
1280x1024
505,3 KB
1600x1200
698,7 KB
1920x1200
819,4 KB
2048x1536
1,0 MB